Sérgio Moro e General Mourão juntos pelo Palácio do Planalto em 2022

É uma probabilidade que está ganhando corpo com muita atuação de interlocutores do Podemos que têm procurado o ex-juiz federal que ganhou protagonismo pela Operação Lava Jato para convencê-lo a sair candidato a Presidente da República pela sigla do Senador Álvaro Dias, o maior dos entusiastas pelo nome do ex-magistrado e ex-ministro.

Moro não diz que sim, nem que não, faz cara de paisagem e não dá sinais.  Entretanto, quem não quer nega com veemência, e não encontra-se com o senador e a deputada federal Renata Abreu, presidente nacional da agremiação partidária.  Com o nome ventilado por pesquisas eleitorais que apontam o jurista como provável candidato com 7% das intenções de voto, tem se posicionado como o nome mais viável para a formação de uma terceira via política para a corrida eleitoral de 2022.

E onde é que o General Mourão entra em tudo isso?

Hamilton Mourão tem tentado se reaproximar do Presidente Bolsonaro, que não tem afrouxado o tratamento e o mantém de escanteio dentro do governo.  Recentemente, inclusive, fez declarações polêmicas acerca de seu vice-presidente, mostrando desprezo e desconsideração, o que tem chateado o general desde muito tempo.

Filiado ao PRTB, a sigla tem sido procurada por articuladores do Podemos para a formação de uma chapa para a disputa do Palácio do Planalto encabeçada por Sérgio Moro e trazendo Hamilton Mourão como vice. Os dirigentes do PRTB evitam se manifestar publicamente sobre a consulta feita ao vice-presidente para compor a chapa Moro-Mourão, contudo há uma boa chance dela se viabilizar.

A corrida presidencial já está em pleno aquecimento, e Bolsonaro ainda não definiu para qual partido deverá ir.

Vamos acompanhar.