Reta final dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020: as finais que você não pode perder nos últimos dias

Esportes coletivos como futebol, vôlei, basquete e handebol chegam às disputas de medalha e brasileiros também lutam pelo pódio em modalidades individuais. Veja os horários do último fim de semana dos Jogos Olímpicos

Já está batendo a saudade dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, mas isso não significa que o melhor já passou. Muito pelo contrário: os principais esportes coletivos chegam às disputas de medalha justo nos últimos dias, enquanto algumas modalidades individuais ainda podem trazer medalhas para o Brasil. Confira os dias e horários dos principais eventos:

Sexta, 6 de agosto

Final do futebol feminino: Suécia x Canadá

Horário: 11:00 do horário de Tóquio | 23:00 da noite de 5 de agosto no horário de Brasília

O futebol feminino terá um novo campeão Olímpico, com duas seleções que estiveram no pódio na Rio 2016. Responsável pela eliminação do Brasil nas quartas de final e dos EUA na semifinal, o Canadá ficou com o bronze há cinco anos, enquanto as suecas foram prata. Resta saber quem leva o ouro desta vez.

Semifinais do vôlei feminino

Sérvia x EUA

Horário: 13:00 do horário de Tóquio | 1:00 da madrugada no horário de Brasília

Brasil x República da Coreia

Horário: 21:00 do horário de Tóquio | 9:00 da manhã no horário de Brasília

Após uma boa vitória contra o ROC nas quartas de final, a seleção brasileira feminina de vôlei tenta dar mais um passo rumo ao tricampeonato Olímpico diante de uma equipe coreana que vem surpreendendo. Mas também não perca a semifinal entre Sérvia e EUA, que promete ser um jogaço.

Atletismo: finais do revezamento 4x100m

Masculino

Horário: 22:50 do horário de Tóquio | 10:30 da manhã no horário de Brasília

Liderada agora por Yohan Blake, a Jamaica, que dominou a prova durante a era Usain Bolt, mostrou força nas eliminatórias passando em primeiro. De forma surpreendente, os EUA estão fora da final, assim como o Brasil. Entre os cotados para quebrar a hegemonia jamaicana estão Grã-Bretanha, China, Canadá e Itália.

Feminino

Horário: 22:30 do horário de Tóquio | 10:50 da manhã no horário de Brasília

As americanas aparecem como favoritas, mas também fique de olho na Alemanha, na Grã-Bretanha (líder nas eliminatórias), na Jamaica (que conta com o pódio dos 100m: Elaine Thompson-Herah, Shelly-Ann Fraser-Pryce e Shericka Jackson) e na Suíça.

Sábado, 7 de agosto

Final do futebol masculino: Brasil x Espanha

Horário: 20:30 do horário de Tóquio | 8:30 da manhã no horário de Brasília

Um grande clássico do futebol mundial, no qual a seleção brasileira tentará o segundo título Olímpico consecutivo, agora liderada por Daniel Alves e Richarlison. Assim como o Brasil, os espanhóis foram campeões na edição em que foram anfitriões dos Jogos Olímpicos, em Barcelona 1992.

Final do vôlei masculino com ROC

Horário: 21:15 do horário de Tóquio | 9:15 da manhã no horário de Brasília

Disputa do bronze do vôlei masculino com Brasil

Horário: 13:30 do horário de Tóquio | 1:30 da manhã no horário de Brasília

Após perder para o ROC nas semifinais, o Brasil segue em busca do quinto pódio consecutivo em Jogos Olímpicos.

Final do handebol masculino

Horário: 21:00 do horário de Tóquio | 9:00 da noite do dia 6 no horário de Brasília

Campeões em 2016, a Dinamarca está na disputa, assim como a França (ouro em Beijing 2008 e Londres 2012). Porém, não subestime a Espanha.

Final do basquete masculino com os EUA

Horário: 11:30 do horário de Tóquio | 23:30 da noite do dia 6 no horário de Brasília

Alguém poderá tirar o ouro dos EUA de Kevin Durant? A última vez que os americanos não foram campeões foi em Atenas 2004, mas a França e a Eslovênia de Luka Doncic também estão com os olhos no alto do pódio.

Final do beisebol

Horário: 19:00 do horário de Tóquio | 7:00 no horário de Brasília

Os anfitriões japoneses já estão na decisão, esperando a definição entre os EUA e a República da Coreia, que venceram a última edição do beisebol nos Jogos Olímpicos em Beijing 2008.

Maratona feminina

Horário: 7:00 do horário de Tóquio | 19:00 da noite do dia 6 no horário de Brasília

A prova símbolo dos Jogos Olímpicos será disputada em Sapporo. A recordista mundial Brigid Kosgei (KEN) é a favorita, mas suas compatriotas Peres Jepchirchir e Ruth Chepngetich prometem dar trabalho.

Final da canoagem velocidade C1 1000m com Isaquias Queiroz

Horário: 11:53 do horário de Tóquio | 23:53 da noite do dia 6 no horário de Brasília

O brasileiro Isaquias Queiroz lutará por sua primeira medalha em Tóquio, na prova em que foi prata na Rio 2016.

Final do boxe masculino peso médio com Hebert Souza

Horário: 14:45 do horário de Tóquio | 2:45 no horário de Brasília

O brasileiro busca mais um ouro para o Brasil em final contra o ucraniano Oleksandr Khyzhniak.

Domingo, 8 de agosto

Final do vôlei feminino

Horário: 13:30 do horário de Tóquio | 1:30 no horário de Brasília

Na Rio 2016, deu China. Agora, será a vez de Brasil, República da Coreia, Sérvia ou EUA conquistarem o título.

Final do handebol feminino

Horário: 15:00 do horário de Tóquio | 3:00 no horário de Brasília

Bicampeã Olímpica, a Noruega pode vencer novamente, mas as atuais campeãs do ROC, a atual vice-campeã França e a Suécia também lutam pelo título.

Final do basquete feminino

Horário: 11:30 do horário de Tóquio | 23:30 na noite do dia 7 no horário de Brasília

Os Estados Unidos venceram oito das 11 edições anteriores do basquete feminino e perderam pela última vez em Barcelona 1992. Quem tentará o feito histórico de impedir o título americano são Sérvia, Japão e França.

Maratona masculina

Horário: 7:00 do horário de Tóquio | 19:00 da noite do dia 7 no horário de Brasília

O grande favorito é o recordista mundial Eliud Kipchoge (KEN), o primeiro a correr a maratona em menos de duas horas. Mas tudo pode acontecer na maratona, como já vimos inúmeras vezes. O esperado é que o recorde Olímpico de Beijing 2008 seja batido.

Final do boxe feminino peso leve com Bia Ferreira

Horário: 14:00 do horário de Tóquio | 2:00 no horário de Brasília

A campeã mundial Beatriz Ferreira tentará mais uma medalha para o Brasil no último dia dos Jogos.

Cerimônia de Encerramento

Horário: 20:00 do horário de Tóquio | 8:00 no horário de Brasília

Um espetáculo emocionante para marcar a despedida dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e a passagem do bastão para Paris 2024. A ginasta Rebeca Andrade, medalhista de ouro e prata, será a porta-bandeira do Brasil.