Entre os mais votados, Macris é o único a enviar verbas para educação em Americana

Conforme apuração do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), doze deputados federais receberam mais de mil votos nas urnas americanenses em 2018. Nessa lista, o menos votado com mais de mil votos foi Miguel Lombardi (PR) com 1.013 votos, a lista é liderada pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), com 15.251 votos. Nomes como Eduardo Bolsonaro, Joice Hasselmann, Kim Kataguiri e Tabata Amaral também estão nessa lista de eleitos com votação mais expressiva na cidade.

 

De todos eles, seja com mais ou com menos de mil votos, apenas o tucano Macris conseguiu trazer recursos para os cofres públicos ou entidades assistenciais da cidade, na atual legislatura, que beneficiam o setor da educação:

 

Foram R$200 mil para APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) – em 2019, R$500 mil para Creche no Jardim dos Lírios – em 2020, R$100 mil para APAM (Associação de Promoção e Assistência de Americana) – em 2020 e, novamente, R$410 mil para APAE – em 2021.

 

No total foram R$1.210,000, mais de um milhão de reais para unidade escolar e entidades que fazem assistência na área de educação.

 

Comento

 

Uma das propostas mais importantes desta coluna é nosso compromisso em acompanhar as políticas para a educação na cidade de Americana e região. Notamos, por exemplo, que a deputada Tabata Amaral, embora tenha mandato voltado ao debate público sobre políticas educacionais, nunca remeteu verbas para custeio ou investimentos no setor.

 

O aporte de recursos em instituições com a APAE é uma forma garantir o acesso universal das crianças e adolescentes ao sistema educacional, já que a escola pública não oferece os mesmo serviços especializados dessas instituições.

OPINIÃO - Colunistas

O ponto de vista preciso e afiado sobre os fatos mais importantes por nossos colunistas. As opiniões registradas por eles de caráter pessoal e não refletem necessariamente o pensamento deste veículo de comunicação.