Biden sofre revés com recusa de democrata para aprovar pacote trilhonário

Moderado, senador Joe Manchin é contra a medida

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sofreu um revés neste domingo, 19. Joe Manchin, senador democrata moderado, anunciou que não vai votar a favor do “pacote de bondades” do governo orçado em US$ 1,75 trilhão.

“Não posso votar para continuar com esta parte da legislação”, disse Manchin, em entrevista ao canal Fox News. “Eu simplesmente não posso. Eu tentei tudo que era humanamente possível”, acrescentou o parlamentar.

A chancela de Manchin é importante para o partido de Biden, visto que os democratas têm a menor margem de controle do Senado. O Partido Republicano está unido em oposição ao projeto da Casa Branca.

Segundo Manchin, o pacote de Biden vai desestruturar a economia dos EUA. Contudo, o Executivo sustenta que a medida vai criar uma rede de segurança social e combater as mudanças climáticas, pedras angulares de Biden.

O “pacote de bondades” aumentará os impostos sobre os ricos e as empresas para pagar uma série de programas sociais. O objetivo: impedir o “aquecimento global”, aumentar os subsídios à saúde e fornecer creche gratuita.

A medida é criticada pela oposição, que acusa os democratas de gastarem além das capacidades do Estado.

Revista Oeste