Aumento de internações por Covid-19 dispara alerta para prevenção de lesão por pressão

Dados da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo apontam aumento de 200% na taxa de ocupação de leitos de UTI por Covid-19

 

A média diária de internação por Covid-19 em São Paulo teve um aumento de 200% em um mês, entre dezembro de 2021 e janeiro deste ano. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, a taxa de ocupação de leitos de UTI pela doença já chega a 35%.

Diante desse aumento vertiginoso causado pela variante ômicron, as equipes de enfermagem dos hospitais entraram em estado de alerta, pela entrada de mais pacientes principalmente nas UTI’s, mas também pela necessidade de se prover mais cuidados para evitar as lesões por pressão, causadas na pele por longos períodos de internação e imobilidade.

A Smith+Nephew — empresa britânica líder em tecnologia médica para restauração corporal com a linha para tratamento de feridas ALLEVYN® — criou o programa Closer to Zero para conscientizar pacientes e profissionais de saúde sobre a prevenção de lesão por pressão (LP), segmento em que a companhia alcançou a liderança no Brasil e que se caracteriza por feridas ocasionadas por longos períodos de internação.

O programa Closer to Zero consiste em uma certificação de práticas clínicas seguras na prevenção de lesão por pressão, que visa fortalecer a cultura de segurança do paciente, contribuindo para o seu bem-estar e redução da incidência dessa patologia, com o fortalecimento de processos e sistemas que visem ações preventivas.

Segundo Bruno Campello Simões, diretor de Negócios da Smith+Nephew para o Brasil, Chile e Cone Sul, o programa estabelece padrões de excelência com medidas preventivas às lesões por pressão. “O foco principal do Closer to Zero é a educação, na qual é proporcionado o conhecimento técnico e capacitação dos profissionais das instituições de saúde”, detalha.

Como parte fundamental para análise e reconhecimento dos processos de qualidade, a Smith+Nephew estabeleceu parceria com o Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Grupo IBES), que é responsável pela avaliação e emissão da certificação.

Sobre a Smith+Nephew

Fundada em 1856 pelo farmacêutico Thomas James Smith, seu sobrinho Horatio Nelson Smith assumiu a gestão do negócio, após a morte do fundador em 1896. Daí o nome Smith+Nephew ou Smith & Sobrinho.

No final da década de 1990, a Smith+Nephew se expandiu para tornar-se um conglomerado de saúde diversificado com operações em todo o mundo, incluindo vários dispositivos médicos, como implantes de quadril e joelho usados para substituir articulações doentes, danificadas ou desgastadas; produtos e instrumentos avançados usados para reparar ou remover tecidos moles no segmento de medicina esportiva, ortopedia e traumatologia; e produtos de cuidados pessoais e tratamentos tradicionais e pioneiros de cuidados com feridas, além de ajudar os profissionais de saúde a chegar PRÓXIMO DE ZERO de consequências humanas e econômicas de lesões por pressão.

Em 2001, a Smith+Nephew tornou-se membro constituinte do índice FTSE-100 no Reino Unido. Isso significa que a companhia está incluída nas 100 maiores empresas negociadas na Bolsa de Valores de Londres medidas em termos de capitalização de mercado.