Meche acompanha sanção da lei sobre escola cívico-militar em Americana

O vereador Marschelo Meche (PSL) reuniu-se com o prefeito Francisco Sardelli (PV) na terça-feira (18) para acompanhar a sanção do projeto de lei de sua autoria que autoriza o Poder Executivo a implementar o modelo de Escola Cívico Militar (ECIM) em unidades da rede municipal de educação, aprovado na Câmara em dezembro. Também participaram da reunião o deputado estadual Tenente Coimbra (PSL) e o secretário municipal de Gestão de Convênios, Vinicius Zapia Zerbetto.

Conforme aprovada, a lei autoriza o Executivo a implementar o modelo de Escola Cívico Militar – ECIM em unidades da rede municipal de educação, a serem selecionadas conforme critérios estabelecidos na lei, nas disposições de programas do Ministério da Educação ou Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e em outras normativas complementares.

De acordo com a assessoria do parlamentar, o Ministério da Educação (MEC) aprovou a adesão de Americana ao programa federal na modalidade de pessoal e o setor de convênios da prefeitura, junto à secretaria municipal da Educação, fazem as tramitações necessárias.

Meche explica que a lei sancionada é um avanço para a qualidade da educação na cidade de Americana. “O programa de escolas cívico-militares é um dos maiores investimentos que receberemos do governo federal em muitos anos para atenção à qualidade do ensino fundamental. As escolas mantêm o currículo, porém contam com gestão de militares. Os resultados mostram êxito na redução da indisciplina e violência, além de melhorar os indicadores de aprendizagem. Todo o processo é democrático, é preciso haver consentimento da comunidade escolar. Entre as 25 cidades do sudeste, Americana foi selecionada. Vamos acompanhar e continuar lutando por mais conquistas para a educação”, comentou.