Saúde da Prefeitura de Nova Odessa passa a vacinar crianças em geral de 6 a 11 anos contra a Covid-19

Cidade também passa a disponibilizar segundo reforço (quarta dose) para os pacientes adultos imunossuprimidos

 

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa começa a vacinar as crianças de 6 a 11 anos de idade em geral (com ou sem comorbidades) da cidade contra a Covid-19. A Vigilância Epidemiológica Municipal já recebeu as primeiras doses do imunizante CoronaVac, do Instituto Butantan, voltadas para uso exclusivo desta faixa etária. Estima-se que a cidade tenha cerca de 4 mil crianças e adolescentes nesta faixa etária atualmente.

Assim como no caso das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, é necessário realizar um cadastro de todas as crianças no site da Prefeitura, para que a equipe da UBS (Unidade Básica de Saúde) de referência entre em contato com as famílias informando data, horário e local da vacinação.

“As Unidades Básicas seguem a rotina de agendamento, com dia e hora para que o responsável leve a criança à Sala de Vacinação, mediante o cadastro disponível no site da Prefeitura. Temos disponíveis em todas as UBSs as vacinas Pfizer pediátrica e CoronaVac do Butantan, sendo que cada laboratório tem sua especificidade para cada perfil de criança”, explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Paula Mestriner.

A cidade segue vacinando as crianças de 5 a 11 anos com comorbidades também com o imunizante da Pfizer, o primeiro aprovado e liberado para esta faixa etária. As comorbidades aceitas podem ser consultadas em http://www.novaodessa.sp.gov.br/NoticiasConteudo.aspx?IDNoticia=21582.

Mas apenas as crianças imunossuprimidas, bem como aquelas de 5 anos, serão imunizadas exclusivamente com a vacina da Pfizer. As demais podem receber vacinas das duas fabricantes.

CADASTRAMENTO

Em ambos os casos, o cadastramento para agendamento das crianças moradoras de Nova Odessa de 5 a 11 anos com comorbidades, bem como de 6 a 11 anos sem comorbidades, está disponível no hotsite http://vacina.novaodessa.sp.gov.br/, da Prefeitura.

A vacinação mediante agendamento prévio e convocação telefônica acontece nas sete UBSs. O atendimento das Salas de Vacinação para imunização contra a Covid-19 acontece exclusivamente no período da tarde, nos dias úteis, das 13h às 15h30. É necessário formar grupos de 10 crianças, para não haver desperdício de doses. Por isso, Nova Odessa não adota “xepa”.

O CPF é documento obrigatório para a vacina das crianças contra o coronavírus. Os, para agilizar o atendimento na Unidade Básica, os responsáveis também devem incluir os dados pessoais das crianças no site VacineJá (https://vacinaja.sp.gov.br/), do Governo do Estado.

No caso das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, na data e horários informados via telefone, os responsáveis também devem levar à Unidade mais próxima de sua residência a receita dos medicamentos ou a carta médica que comprovem a condição da criança.

IMUNOSSUPRIMIDOS

A Secretaria de Saúde também passa a disponibilizar a segunda dose de reforço (a quarta dose, ou “D4”) para os pacientes adultos imunossuprimidos que procurarem as Unidades Básicas. Neste caso, são elegíveis os pacientes imunossuprimidos que tomaram a “D3” há quatro meses ou mais. A lista das comorbidades elegíveis segue a mesma.

“A segunda dose adicional dos imunossuprimidos (D4) está prevista no Documento Técnico da campanha da Covid-19 disponível no site do CVE. Portanto, todos os municípios irão fazer essa dose de reforço, e o critério são 4 meses depois do primeiro reforço. Até o momento, nenhum imunossuprimido em Nova Odessa recebeu o segundo reforço”, explicou Paula Mestriner.

A vacinação dos moradores com idades superiores a 12 anos, para todas as doses (“D1” se houver, “D2”, “primeiro reforço” para os adultos e, agora, também a “segundo reforço” para os adultos imunossuprimidos), continua diariamente nas sete UBSs de Nova Odessa, das 7h às 15h30, conforme as regras e prazos vigentes.