Bolsonaro e Boris Johnson falam por telefone sobre situação na Ucrânia

Eles concordaram com a exigência de um cessar-fogo urgente, disse o governo britânico