Depois de Facebook e Youtube também Spotify e PayPal limitam acesso na Rússia

Os gigantes tecnológicos das redes sociais e serviços online estão unidos contra a invasão da Ucrânia pela Rússia