Thiago Brochi intermedeia reunião para implantar projeto que reduz acidentes com andarilhos em rodovias

O vereador Thiago Brochi (PSDB) esteve reunido nesta sexta-feira (dia 1º) com a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura de Americana, Juliani Hellen Munhoz Fernandes, discutindo detalhes do projeto de acolhimento e assistência aos pedestres em situação de risco ou vulnerabilidade, para diminuir e evitar casos de atropelamentos em rodovias. A reunião teve a presença do capitão PM Theo, da Polícia Militar Rodoviária, que realiza ação específica na cidade de Campinas.

O projeto inclui abordagens e ações específicas aos andarilhos para prevenir que sejam vítimas de trânsito nas rodovias estaduais concessionadas ou administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). A iniciativa inclui a Polícia Militar Rodoviária, as concessionárias que administram rodovias e o poder público municipal.

O policial militar rodoviário explica que o projeto teve início na cidade de Limeira e, em julho do ano passado, foi implantado em Campinas. O resultado foi redução drástica dos atropelamentos nas rodovias na metrópole regional. O capitão Theo é responsável por nove municípios – Americana, Nova Odessa, Sumaré e Campinas, entre outros.

Em 2021 foram registrados 60 atropelamentos nas nove cidades de jurisdição da Polícia Militar Rodoviária, dos quais 32 tiveram vítimas fatais. “Mesmo com passarelas, algumas pessoas atravessam as rodovias e os andarilhos são as principais vítimas”, detalha o capitão Theo. “O nosso compromisso é com a vida e uma ação específica coordenada pode interromper esse ‘ciclo de atropelamento’ que ocorre”, reforça.

O projeto é antecedido por estudo que apontam diferentes perfis das pessoas atropeladas em rodovias na região: desde trabalhadores se deslocando entre bairros, pessoas em situação de rua das próprias cidades, transeuntes entre locais distantes ou quem realiza manutenção em veículos no acostamento.

A secretária de Assistência Social explica que o município tem características acolhedoras. “Existe muito voluntariado em Americana. Além disso, o intuito da Secretaria (de Assistência Social e Direitos Humanos) é a proteção das pessoas mais vulneráveis”, reforça Juliani Munhoz.

O vereador Thiago Brochi intermediou a reunião e defende o projeto, que prevê a adoção de alguns protocolos. Primeiro a abordagem dos pedestres em situação de risco ou vulnerabilidade pela Polícia Rodoviária, com apoio de concessionárias de rodovias. Em seguida, o trabalho de conscientização e o acolhimento pelas políticas sociais.

“Esse projeto que o capitão Theo está querendo trazer para Americana é importante por abranger, ao mesmo tempo, questões de saúde, assistência social, segurança e trânsito”, ressalta. No município, a abrangência inclui principalmente as rodovias SP-330 (Anhanguera) e SP-304 (Luiz de Queiroz). “Com cada um fazendo uma parte, podemos tornar essa ação uma política pública”, completa.