Blogueira de Praia Grande engana motoboy com nota falsa e posta nas redes sociais

Autora publicou nos stories do Instagram vídeos nos quais ria do entregador

Uma blogueira da cidade de Praia Grande, litoral de São Paulo, enganou um motoboy ao pagar o trabalhador com uma nota falsa de R$ 100. A autora do crime, além de fornecer a falsa nota, postou a situação nos stories do Instagram, rindo com outros colegas.

A denúncia foi feita na rede social de um motoboy que, ao assistir os stories da blogueira, gravou a tela e publicou nas redes sociais, indicando revolta com a classe trabalhadora.

“Vim aqui deixar essa fulana famosa, além de mostrar minha indignidade [sic], pois sou motoboy. Quem me conhece sabe, fico revoltado com muitas coisas que vejo por aí. Venho em nome da classe dos motoboys mostrar como tem pessoas que tem coragem de passar a nota falsa para o ‘boy’, sabendo que o mesmo tem família, o prejuízo vai para o bolso dele”.

A autora mudou seu nome nas redes sociais várias vezes após a denúncia viralizar, porém, ainda acumula mais de 10 mil seguidores.

Web revoltada

Muitos internautas ficaram revoltados com a exposição do caso, expondo em comentários a indignação: “Não sabe nem falar português direito, falando errado no vídeo e se achando ainda. Pessoas assim existem muitas mas a vida retorna todas as atitudes boas ou ruins”, desabafou um homem.

Falsificação de notas

De acordo com o Art. 289 do Código Penal, aquele que falsificar a moeda, tendo a mesma sido de fabricação original ou não do indivíduo, caracterizada como corrente em qualquer Estado, estará incurso na pena acima descrita. Trata-se de crime contra a fé pública.

“§ 1º – Nas mesmas penas incorre quem, por conta própria ou alheia, importa ou exporta, adquire, vende, troca, cede, empresta, guarda ou introduz na circulação moeda falsa”.