Mistura de caminhão e ônibus, Futurline era como GM imaginava o futuro

Modelos foram usados em uma caravana que cruzou os EUA e que demonstrava as tecnologias do “futuro”, como televisão e nylon

Quando pensamos e voltamos alguns anos atrás em nossas mentes, podemos ter o sentimento de nostalgia sobre algumas coisas em especial. Mas quando vamos além disso, e pesquisamos coisas de anos em que ainda não éramos vivos, descobrimos fatos interessantes como Parade of Progress, nos EUA da década de 1940: uma caravana que mostrava as tecnologias do futuro pegava a estrada com os incríveis GM Futurliner.

O que é o GM Futurliner?

O GM Futurliner era uma espécie um caminhão/ônibus desenhado por Harley Earl (chefe de design e vice-presidente da GM) em 1940 especialmente para a General Motors – que patrocinava a caravana Parade Of Progress.

O modelo tinha uma abertura lateral, que se tornava um display de exposição, mas além disso, cada modelo chegava a contar com 19 portas. Cada Futurliner tinha 8 rodas em 2 eixos, com isso ele tinha “rodado duplo” o mesmo sistema usado nos caminhões, tanto no eixo frontal como traseiro.

Isso foi necessário devido ao seu peso de 14 toneladas, porém suas bombas hidráulicas constantemente davam algum problema devido ao grande esforço para virar o conjunto de rodas.

Cada roda também tinha um conjunto de freio, que era tão ruins que houve um pequeno acidente no qual umas das unidades acabou batendo na traseira do outro – a partir daí, a distância mínima de 90 metros para o modelo da frente foi estabelecida.

Na frente do modelo, um logo da GM gigante dourado era visto de longe, além do conjunto de faróis com 4 peças. Para subir no Futurline, existiam duas portas na frente com uma escada que leva direto para a cabine – o motorista fica em posição cental.

gm futurline 4
Direção central é um dos diferenciais do Futurliner
Um ponto interessante do Futurliner era a “cabine” que conta com para-brisa curvo para dar o máximo de visão possível para o motorista, afinal, era necessária devido à posição alta de se dirigir. Apesar das dimensões generosas, cada unidade só tinha lugar para 3 passageiros e ainda contava com um sistema de iluminação que se erguia no teto do modelo.
Para empurrar o Futurliner, o motor era um diesel de 4 cilindros usado entre 1940 a 1946, já em 1953 quando os modelos foram revisados, o motor instalado foi um GMC 302ci de 6 cilindros.
Possuía 2 tanques de de diesel com capacidade para 170 litros cada, e a velocidade máxima era de 64 km/h nos modelos de primeira geração. A partir de 1953 o modelo além do novo motor GMC, ganhou uma nova caixa de marchas fazendo o modelo ir até os 80 km/h.
Ao todo, 12 unidades foram construídas para a caravana Parade Of Progress, sendo que uma foi destruída em um acidente em 1956.

Parade Of Progress, a caravana

A história dos Futurliner começa junto à Feira Mundial de Nova York de 1939 que, entre as suas inovações, apresentava as primeiras televisões e o nylon. Os modelos haviam sido construídos especialmente para o9 evento, porém, mais tarde, ganharam a estrada na Parade Of Progress.

As 12 unidades junto a 32 veículos de apoio realizaram a caravana com 150 paradas pelos Estados Unidos e Canadá. E cada unidade era dirigida com um universitário graduado, que também trabalhava nas apresentações.

A primeira caravana durou pouco mais de um ano, iniciando em 1940 e finalizando em 1941, devido a Segunda Guerra Mundial. Em 1953, ela foi retomada.

gm futurline 5
Parade Of Progress nos anos 50

Veja o vídeo da caravana em 1941:

Em 1953, a GM retornou com a caravana. Com o retorno, alguns temas novos foram acrescentados. Em 1955, uma minilinha de montagem foi construída dentro de um dos Futurliner e foi chamado de “A Car Is Born”.

Outra adição foi a exibição chamada “Our American Crossroads” no qual mostrava o avanço do sistema viário americano de 1902 a 1953: a exibição era feita através de um diorama que foi narrada por Parker Fennelly.

Veja a exibição:

Fim da caravana

Em 1956, a caravana foi encerrada e um dos motivos, ironicamente, foi a crescente popularidade da televisão, tecnologia que a própria promovia. Após isso, algumas unidades do Futurliner foram vendidas para o público, mas, com o passar do tempo. algumas foram sumindo, sendo revendidas e até mesmo exportadas para a Europa.

No final, é calculado que a caravana Parade Of Progress alcançou aproximadamente 13 milhões de pessoas em quase 300 cidades.

Existe uma pequena curiosidade no nome do modelo. Para conseguir registrar Futurliner, a GM colocou a palavra Future sem o E, ficando assim Futurliner.

gm futurline 6

Como estão os 12 Futurline hoje em dia?

Os dados sobre o destino das 12 unidades originais construídas são conflitantes: o número varia entre 9 e 10, porém, em condições “perfeitas”, são poucos, sendo a unidade número 3 a mais próxima de como era nos anos 50.