Principal navio de guerra russo, o Moskva, afunda no Mar Negro

Segundo o Ministério de Defesa do país, incêndio deixou o navio seriamente danificado, e acabou afundando durante o rebocamento para o porto

 

O navio de guerra russo Moskva, que havia sido seriamente danificado após um incêndio nessa quarta-feira (14), afundou, informou a agência de notícias estatal russa TASS, citando um comunicado do Ministério da Defesa do país.

“Durante o reboque do cruzador Moskva para o porto de destino, o navio perdeu sua estabilidade devido a danos no casco recebidos durante um incêndio pela detonação de munição”, diz o documento.

Relatos conflitantes surgiram sobre o incidente envolvendo o navio de guerra, o carro-chefe da frota russa do Mar Negro.

A Rússia afirmou que um incêndio ocorreu no cruzador de mísseis guiados, fazendo com que as munições a bordo explodissem. Isso teria causado sérios danos ao navio de guerra e forçado a evacuação da tripulação.

“Como resultado de um incêndio no cruzador Moskva, a munição foi detonada. O navio foi seriamente danificado”, dizia o comunicado do Ministério da Defesa russo nessa quarta. “A tripulação foi completamente retirada.”

Já a Ucrânia diz que atingiu o Moskva com mísseis antinavio e mais tarde afirmou que isso o fez afundar. No mês passado, o país também informou que havia destruído um grande navio russo de apoio ao desembarque, o Orsk, no Mar de Azov, a nordeste do Mar Negro.