Mendonça afirma estar convicto por condenar Silveira: “Fiz o correto”

Ministro foi um dos 10 magistrados do STF que impuseram pena ao deputado

Nesta última quarta (20), ao proferir seu voto, ele concordou parcialmente com o relator do caso, Alexandre de Moraes, mas sugeriu uma pena mais branda ao parlamentar bolsonarista, de 2 anos 4 meses de reclusão em regime aberto e multa de R$ 91 mil.

Nas redes sociais, André Mendonça afirmou que Daniel Silveira teve um “comportamento que incita violência contra determinadas pessoas”. Acrescentou ainda que não pode “avalizar graves ameaças físicas contra quem quer que seja” e que “há formas e formas de se fazerem as coisas”.

O ministro ‘terrivelmente evangélico’ finaliza citando uma parábola do trigo e do joio, contada por Jesus Cristo no Evangelho segundo Mateus, do Novo Testamento. “É preciso se separar o joio do trigo, sob pena de o trigo pagar pelo joio. Mesmo podendo não ser compreendido, tenho convicção de que fiz o correto”, concluiu.

&nb

Conexão Política