Pastor Miguel pede informações sobre prescrição de anticoagulantes para grávidas e puérperas

O vereador Pastor Miguel (Republicanos) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações do Poder Executivo sobre a prescrição de anticoagulantes em grávidas e puérperas no município.

No documento, o parlamentar menciona que a gestação e o pós-parto são períodos onde há estado de hipercoagulabilidade e, consequentemente, maior risco de complicações trombóticas. Pastor Miguel acrescenta que neste cenário é comum a prescrição de medicamentos anticoagulantes, buscando prevenir complicações.

“Após contato com algumas puérperas de nossa cidade, muitas relataram espanto com a prescrição de anticoagulantes posteriormente ao nascimento de seus filhos. Estas não utilizaram os medicamentos na gestação, porém, devido à idade superior a 40 anos, necessitaram do uso. As mulheres que nos procuraram relataram surpresa principalmente quanto à quantidade de aplicações e elevado custo das mesmas”, frisa o autor.

No requerimento, Pastor Miguel questiona se a prefeitura tem conhecimento sobre a prescrição dos medicamentos na rede municipal, em quais casos são prescritos e, durante a gravidez, qual o tempo certo para o início do tratamento. Pergunta também sobre a possibilidade de distribuição dos medicamentos nas farmácias municipais e qual o valor aproximado de cada dose. Por fim, questiona sobre a possibilidade de os médicos orientarem antecipadamente as gestantes para que se programem sobre o elevado custo dos medicamentos.

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores na sessão ordinária de quinta-feira (28).