Prefeito Leitinho assina termo de cooperação com a Universidade Brasil para 40 estagiários de Medicina

O prefeito de Nova Odessa Cláudio José Schooder, o Leitinho, assinou nesta sexta-feira (06/05) um Temo de Cooperação Técnica com a Universidade Brasil pelo qual a Rede Municipal de Saúde deve receber, possivelmente já a partir de agosto deste ano, ao menos 40 estagiários de Medicina.

Os estudantes em fase final de formação serão cedidos sem custos ao Município, parar atuar por um ano no HMNO (Hospital e Maternidade Municipal), no Ambulatório de Especialidades, no Pronto Atendimento do Jardim Alvorada e nas sete UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município.

O termo foi assinado também pelo reitor da instituição de Ensino Superior, Felipe Sartori Sigollo, e pela gerente geral de Internatos, Acassia Elias – médica veterinária como o prefeito, com passagem pelo IZ (Instituto de Zootecnia) de Nova Odessa. Estavam presentes os secretários municipais de Saúde, Silvio Corsini, e de Educação, José Jorge Teixeira, além do vereador Professor Antonio, que vinha acompanhando as tratativas com a universidade.

“Para Nova Odessa, é um ganho essa parceria, que vai nos proporcionar um reforço importante no atendimento dos nossos munícipes, e também permitir que os estudantes vivenciam na prática como é o dia a dia da Medicina na Rede Pública, no SUS (Sistema Único de Saúde). Nova Odessa está sempre de portas abertas para novas parcerias, principalmente para uma que vai nos ajudar a salvar vidas e a dar mais qualidade de vida para nossa população”, celebrou o prefeito Leitinho.

Os alunos, todos do 5º e do 6º ano do curso de Medicina do campus de Fernandópolis da Universidade Brasil, devem prestar seu internato obrigatório em Nova Odessa durante em ano, tanto nos horários diurnos quanto nos plantões, sempre sob supervisão de um professor preceptor da própria instituição, em apoio aos trabalhos das equipes da Rede Municipal de Saúde.

Eles poderão atuar nas áreas de Urgência e Emergência, Cirurgia, Clínica Médica, Saúde da Família, Ginecologia e Obstetrícia, Saúde Mental, e também na Pediatria dos serviços de atendimento municipais. Além do estágio, eles também poderão acompanhar aulas práticas nas unidades da Rede Municipal de Saúde. O próximo passo na parceria serão visitas técnicas para conhecer o sistema público de Saúde da cidade e dimensionar as necessidades da Secretaria em cada serviço.

“Para a Prefeitura, acaba sendo um reforço importante, pois são alunos dos dois últimos anos do curso supervisionados por um professor da universidade. Temos ajudado bastante as prefeituras com quem firmamos essa parceria, não apenas durante a pandemia, mas agora, durante o pós-pandemia. No futuro, podemos pensar em ter também, aqui em Nova Odessa, uma parceria para a residência médica. Para nós, será uma honra estarmos próximos da Prefeitura e poder ajudar a cidade, ao mesmo tempo em que fortalecemos nosso internato”, comentou o reitor Sigollo.

  1. “Muitos alunos acabam se fixando na cidade ou região onde prestam o estágio obrigatório, onde tiveram o primeiro acolhimento na carreira”, lembrou o secretário Sivio Corsini. “Podemos pensar inclusive em uma parceria da universidade com o IZ, porque eles também têm curso de Zootecnia e Medicina Veterinária”, completou o vereador Professor Antonio.