Saúde promove parceria com Educação para enfrentar a dengue

A Secretaria de Saúde de Americana, por meio da Uvisa (Unidade de Vigilância em Saúde), firmou uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação e a Diretoria Regional de Ensino, para contar com os alunos como aliados no combate à dengue. A proposta é que os professores reforcem as orientações sobre a prevenção, com o desenvolvimento de atividades sobre a doença.

Nesta sexta-feira (6), o coordenador da Vigilância Ambiental, Antônio Jorge da Silva Gomes e o diretor da Uvisa, Antônio Donizetti Borges, se reuniram em ambiente virtual com representantes das duas instituições de ensino. As reuniões foram para alinhar propostas pedagógicas voltadas ao combate à dengue, as quais deverão envolver aproximadamente 14 mil alunos da rede municipal e 30 mil da estadual.

A primeira reunião, realizada no período da manhã, contou com 56 diretores das escolas municipais. Já no período da tarde, 86 diretores da rede estadual de ensino discutiram a proposta, por meio da videoconferência.

“Essa parceria da Secretaria de Educação (Seduc) com a secretaria de Saúde é muito importante para o município no sentido de estimular o senso de coletividade e o cuidado com o ambiente em que vivemos, seja a escola, a nossa casa ou a cidade”, destacou o secretário de Educação, Vinicius Ghizini.

De acordo com o responsável da Vigilância Ambiental, a ideia é que os estabelecimentos de ensino promovam atividades pedagógicas voltadas ao tema, sejam por meio de trabalhos teóricos ou ações práticas que terão, inclusive, o apoio direto da Uvisa na orientação das atividades sugeridas pelos diretores. “A ideia foi sensibilizar os diretores com a situação atual da dengue. Agora, esperamos o envolvimento dos alunos em trabalhos pedagógicos de apoio ao combate à doença”, exemplificou.

Nesta sexta-feira, a Vigilância Epidemiológica atualizou as estatísticas da doença. Dos 3.445 casos suspeitos, notificados desde janeiro, o município passou a registrar 2.282 casos positivos. Segundo a Vigilância, 101 casos ainda aguardam resultado de exame laboratorial.