Dengue: Santa Bárbara avança com nebulização em diversos bairros

Os serviços de nebulização foram realizados nesta semana em diversos bairros de Santa Bárbara d’Oeste. O trabalho integra o amplo cronograma de ações de combate ao mosquito Aedes aegypit, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya que segue nos próximos dias e é ininterrupto no Município.

Nesta segunda (9) e terça-feira (10) as equipes de nebulização costal estiveram em quadras dos bairros Sartori, Jardim Alfa, Jardim Flamboyant e Vista Alegre. Já o serviço de controle de criadouros ocorreu nos bairros Santa Rosa II, Parque Planalto, Frezarin e Jardim das Orquídeas.

Na última semana a nebulização com equipamento veicular foi realizada em ruas do bairro Cândido Bertini. Já o serviço de nebulização costal ocorreu nos bairros Jardim Primavera, Linópolis, Vista Alegre, Parque do Lago, Belo Horizonte, Sartori, Flamboyant e Vista Alegre. E a vistoria dos imóveis no Nova Conquista, Ferrarezi, Palmeiras, Condomínio Macknight, Cândido Bertini, Condomínio Terras de Siena, Dainese, Condomínio Bergamo, Condomínio Bosque das Flores, Santa Rosa, Adélia, Turmalinas e Jardim das Orquídeas.

Outras ações de combate ao mosquito Aedes aegypti são realizadas durante todo o ano no Município. Além dos serviços descritos, também são promovidas: visitas aos Pontos Estratégicos (locais com alta probabilidade de proliferação de mosquitos, como ferros-velhos, borracharias, recicladores, floriculturas, cemitérios, entre outros); monitoramento entomológico com uso de ovitrampas (armadilhas para ovos de mosquito); avaliação de Densidade Larvária, em imóveis sorteados em toda a área urbana do Município; visitas em Imóveis Especiais (locais com grande circulação de pessoas, como escolas, unidades de saúde, supermercados, shoppings, centros comunitários, igrejas, entre outros).

Prevenção

Além das ações realizadas pela Prefeitura, é fundamental que o cidadão tenha alguns cuidados para evitar a proliferação do mosquito. É dever de todos eliminar os criadouros.

  • Utilizar tampas e telas para vedar baldes e tambores de armazenamento de água;
  • Armazenar objetos em local coberto, ou descartar, de forma adequada, o material que não vai mais utilizar. O Município dispõe de Ecopontos e do serviço de coleta de resíduos regular;
  • Limpar as calhas e caixas d’água;
  • Não armazenar pneus e garrafas em local descoberto;
  • Não deixar plantas na água, utilizando sempre vasos com terra;
  • Verificar a drenagem dos vasos de planta, para que não acumulem água;
  • Não utilizar pratinhos embaixo dos vasos;
  • Evitar bromélias, em centros urbanos, pois elas também servem como criadouro de Aedes aegypti;
  • Usar telas nas caixas d’água;
  • Limpar e fazer o tratamento adequado nas piscinas.

Em caso de sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, manchas vermelhas e dores no corpo, o cidadão deve procurar pela unidade de saúde mais próxima de casa e não se automedicar – já que alguns medicamentos podem agravar o quadro.

Para mais informações, o cidadão deve entrar em contato com a Divisão de Controle de Vetores do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) pelo telefone 3463.8099 ou pelo e-mail: [email protected]