Musk diz que pode reativar conta de Trump no Twitter

Novo dono da plataforma criticou ‘banimentos permanentes’ e considerou ‘erro grave’ a exclusão do ex-presidente

O bilionário Elon Musk disse nesta terça-feira, 10, que pode reativar a conta do ex-presidente Donald Trump. “Eu reverteria a proibição permanente”, disse Musk, em uma live promovida pelo jornal britânico Financial Times. “Mas eu ainda não possuo o Twitter. Então, isso não é algo que vai acontecer agora.”

Há duas semanas, a big tech aceitou a oferta de US$ 44 bilhões feita por Musk. O magnata prometeu desembolsar boa parte do dinheiro de sua fortuna pessoal, enquanto o restante virá de cartas de créditos com duas instituições financeiras. Além disso, Musk está garantindo aportes para viabilizar a compra.

Segundo Musk, os banimentos permanentes da rede social devem ser “raros” e voltados a contas maliciosas. “Acho que não foi correto banir Donald Trump”, disse o bilionário. “Considero um erro, porque alienou uma grande parte do país e não resultou na falta de voz de Donald Trump.”

Trump foi banido da rede social em 2020 por supostamente incitar a invasão ao Capitólio dos EUA.

Posição de Trump

Quando o acordo da compra do Twitter por Musk foi anunciado, Trump declarou que não voltaria à rede social mesmo que sua conta fosse restabelecida.

Em entrevista ao canal Fox News, o ex-presidente norte-americano disse que permaneceria na plataforma que ele próprio havia criado após ser suspenso do Twitter. “Não vou para o Twitter, vou ficar na Truth Social”, disse Trump. “Espero que Elon compre o Twitter, porque ele fará melhorias e ele é um bom homem, mas vou ficar na Truth”, disse Trump.

Revista Oeste