Americana é contemplada com LEGO® Braille Bricks para alunos com deficiência visual

Americana foi escolhida para receber o Programa Braille Bricks, com o objetivo de promover o aprendizado do Sistema Braille de forma lúdica, criativa e inclusiva durante o processo de pré-alfabetização e alfabetização de crianças com deficiência visual, de 4 a 10 anos. O secretário de Educação de Americana, Vinicius Ghizini, representou o prefeito Chico Sardelli durante reunião virtual realizada hoje (16),  com Maria Regina Marques, representando a Fundação Dorina Nowill, que é presidida por Ika Fleury, ex-primeira dama do estado de São Paulo.

O programa foi oferecido à Secretaria Municipal de Educação pela Fundação Dorina Nowill, visando contribuir para o letramento e a alfabetização dos estudantes com deficiência visual, matriculados na Educação Infantil e Ensino Fundamental I, por meio do recurso LBB (LEGO® Braille Bricks), para tornar o Sistema Braille uma ferramenta manipulável mais acessível para estas crianças. Em Americana, sete escolas serão contempladas com o material.

O prefeito de Americana, Chico Sardelli agradeceu a Fundação Dorina Nowill pela escolha da cidade para o recebimento do material pedagógico. “A inclusão deve ser o objetivo de todos nós e ficamos muito felizes com a notícia de que Americana contará com o LEGO® Braille Bricks para acolher e integrar os alunos de uma forma lúdica no momento da alfabetização. Muito obrigado!”, declarou.

As peças representam o alfabeto Braille e a respectiva (letra/número) impressa, tornando-se um poderoso recurso no processo de alfabetização, inclusão e lazer das crianças. “O Programa Braille Bricks visa colaborar para o desenvolvimento de metodologias aplicáveis ao processo de ensino e aprendizagem, de modo que crianças matriculadas no ciclo de alfabetização, da rede municipal de ensino, com e sem deficiência visual, possam se alfabetizar juntas e de forma lúdica. Este é um grande e representativo ganho para a Educação de Americana”, destacou o secretário de Educação, Vinicius Ghizini.

De acordo com a secretaria, serão entregues 4 kits para as unidades escolares que tenham alunos matriculados com deficiência visual. Caso a Sala de Recursos Multifuncionais não esteja na mesma escola de matrícula da criança, será encaminhado 1 Kit para o Polo de matrícula no Atendimento Educacional Especializado –  AEE.

Em Americana, os kits serão entregues nas seguintes unidades: EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Darcy Ribeiro, CIEP (Centro Integrado de Educação Pública) Jaguari, Creche CAIC, Casa da Criança Taraguá, EMEI (Escola Municipal de Ensino Infantil) Cunhataí, Casa da Criança Maíra e Casa da Criança Araúna.

Na oportunidade, também será enviada uma maleta da Coleção Dorinha e Turma da Mônica – Brincando pelo Brasil, com livros em áudio e tinta-braille, para que os estudantes com deficiência visual destas escolas possam desfrutar das leituras e desenvolver atividades de práticas inclusivas.