Cão deixado para trás pelos russos vai ingressar nas forças ucranianas

A história de Bucks mudou de rumo e o cão acabou por ser acolhido pela Ucrânia

Um cão, que trabalhava com as forças russas e que acabou por ser deixado para trás durante os combates, na Ucrânia, vai agora auxiliar a Guarda Nacional ucraniana.

Segundo revelou o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, através do Twitter, Bucks, um pastor-belga, acabou por ser abandonado pelas forças russas após a derrota na região de Mykolayiv, no sul do país.

“Em menos de um mês”, o animal aprendeu os “comandos em ucraniano” e em breve irá começar a servir na Guarda Nacional da Ucrânia.


Recorde-se que a guerra na Ucrânia entrou esta terça-feira no 83.º dia. A ONU confirmou hoje que 3.752 civis morreram e 4.062 ficaram feridos, alertando para a probabilidade de os números reais serem muito maiores.