Léo da Padaria sugere que prédio sem uso na Cordenonsi seja unidade para atendimentos essenciais de saúde a idosos

O vereador Léo Alves, o Léo da Padaria (PV), protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que solicita informações do Poder Executivo sobre a utilização de um prédio público situado à Rua Maestro Silvio Bianchi, nº 49, no bairro Vila Cordenonsi. A sugestão do parlamentar é que o espaço se torne uma unidade especial de atendimento essencial à saúde da população idosa.

No documento, o vereador cita que o prédio foi ocupado nos últimos anos pela Emei Majoí, atendendo a crianças da educação infantil até os cinco anos de idade e destaca que, com o passar dos anos, o perfil dos moradores do bairro mudou, havendo atualmente maior concentração de pessoas idosas do que de crianças. Segundo Léo, o fato é comprovado pela inexistência de crianças matriculadas na unidade educacional em 2022 e pelo imóvel estar sem uso.

“Esta situação motivou moradores a questionarem a possibilidade de utilização do prédio como uma espécie de unidade especial de atendimento essencial à saúde da população idosa, com serviços como aferição de pressão arterial e de glicemia, além da aplicação de medicamentos. Isso seria de grande valia aos moradores idosos da Vila Cordenonsi”, afirma o autor, acrescentando que atualmente muitos deles precisam se deslocar até a Cariobinha para esse tipo de procedimento.

No requerimento, o autor questiona se há a possibilidade de utilizar o prédio público como unidade especial de atendimento essencial à saúde da população idosa. Em caso positivo, pergunta quando isso pode ser feito e, em caso negativo, pede que se justifique a posição. Questiona também se a secretaria municipal de Educação ou a prefeitura tem algum outro projeto para o imóvel e, em caso positivo, solicita que a proposta seja relatada em detalhes.