Condenado por usar fotos da filha de 4 anos em rede de pedofilia

Ao apreenderem o celular do suspeito, as autoridades encontraram numa rede de pedofilia, fotografias da menina só com calcinha e enquanto tomava banho

Um homem de 39 anos, detido desde fevereiro de 2020, foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão por ter usado fotos da filha de quatro anos em mensagens com conteúdos pornográficos, no município de Canoas.

Ainda que o processo esteja em segredo de justiça, por envolver uma criança, o caso foi confirmado pelo Tribunal de Justiça do estado (TJ-RS), indica o g1.

Ao apreenderem o celular do suspeito, as autoridades descobriram uma rede de pedofilia, identificando indivíduos com os quais o homem trocava imagens e vídeos pornográficos de crianças e de adolescentes. Na rede, foram também encontradas fotografias da sua própria filha de quatro anos, vestindo apenas a calcinha e enquanto tomava banho.

Numa das conversas, o homem teria planeado ir com a filha até a uma cidade do litoral, para que um outro mantivesse ‘relações sexuais’ com a criança.

Segundo o tribunal, a esposa do homem não teria conhecimento dos fatos.