Netflix considera reduzir produções de filmes originais

Perda de assinantes influenciou na decisão

A plataforma de streaming Netflix está avaliando uma mudança em sua estratégia original de filmes, publicada pela revista americana The Hollywood Reporter. A perda de assinantes globais que o OTT sofreu durante o primeiro trimestre de 2022 gerou uma forte análise dentro da empresa, cortes, demissões de funcionários e o avanço para novas alternativas.

Uma delas é a intenção de reduzir o número de filmes de produção original, ideia que se soma ao lançamento de um plano mais barato com publicidade, transmissão de programas ao vivo e aprofundamento no combate às contas compartilhadas.

Conforme relatado pelo The Hollywood Reporter, a Netflix a partir de agora terá mais cuidado com a produção de filmes originais, seguindo duas premissas. Por um lado, fazer menos filmes, embora mais importantes, e, por outro, afastar-se de projetos de alto orçamento.

Nesse sentido, o ritmo vertiginoso de lançamentos de filmes que o OTT costuma ter diminuirá. Uma política que a empresa vinha promovendo há vários anos e se intensificou nos últimos dois, com a promessa de lançar novos filmes toda semana.
De acordo com essa mudança de estratégia, boa parte dos cortes e demissões que a Netflix fez nas últimas semanas ocorreram na divisão de filmes familiares live-action e na de filmes originais independentes, segundo o que foi noticiado por vários EUA meios de comunicação. Por sua vez, informaram que a divisão de conteúdo de animação também está sofrendo reduções.