Pais, alunos, e profissionais da EMEF Jonas fazem ato por Escola Cívico-Militar

Pais, alunos, professores e funcionários da EMEF Prof. Jonas Corrêa de Arruda Filho fizeram ato durante a entrada e saída dos alunos para reivindicar a implantação do projeto da Escola Cívico-Militar naquela unidade municipal de ensino.

A mobilização foi coordenada pela mãe de aluno Kátia Marson, que, segundo ela, é uma medida que visa melhorar ainda mais a escola, o aproveitamento dos alunos e também a segurança no local.  As cidades que receberam a implantação desse modelo sofreram uma grande melhoria em disciplina, constante problema relatado por professores em todo o Brasil, além da melhoria na evolução do aprendizado.

O projeto de lei autorizativo, de autoria do vereador Marschelo Meche (PL), foi votado na Câmara Municipal e aprovado com apenas 1 voto contrário, sendo posteriormente sancionado pelo Prefeito Chico Sardelli, e o município aderiu ao programa estadual.