Léo da Padaria pede informações sobre critérios para exames laboratoriais em casos de dengue

O vereador Léo Alves, o Léo da Padaria (PV), protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações do Poder Executivo sobre pacientes com sintomas de dengue que procuram por atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Antônio Zanaga.

No documento, o parlamentar destaca que alguns usuários do sistema público de saúde o procuraram questionando os critérios de encaminhamento para exames médicos dos pacientes que buscam atendimento na unidade. Segundo Léo o relato desses pacientes é que, ao chegarem à unidade de saúde, parte das pessoas não é submetida a exames que atestem a doença.

“São encaminhados para exames somente os casos compreendidos como graves. Com isso a situação de saúde do paciente pode piorar poucas horas após a consulta médica, sem que o mesmo saiba da gravidade de seu quadro clínico. Sabemos que Americana possui o maior número de mortes por dengue na região, assim sendo, entendemos que existe a necessidade de identificar se há correlação com o número de casos graves da doença no município com a falta de investigação por meio de exames laboratoriais”, frisa o autor.

No requerimento, Léo questiona os critérios para a solicitação de exames de pacientes com sintomas de dengue e se procede a informação de que os profissionais da unidade não estão autorizados a solicitar exames a todos que apresentam sintomas. Pergunta também se existe a possibilidade de ampliar a abrangência da solicitação de exames. Por fim, questiona quantos pacientes com sintomas foram encaminhados para exames laboratoriais em 2022.

O requerimento foi discutido e votado pelos vereadores na sessão ordinária de quinta-feira (9) e encaminhado à prefeitura para resposta.