Padre acolhe cães abandonados e leva-os para a missa para serem adotados

Um padre do agreste cearense acolhe cães abandonados e depois para participarem da missa, na esperança que sejam adotados

 

“Eles sempre poderão entrar, dormir, comer, beber água e encontrar abrigo e proteção, pois esta casa é de Deus e eles são de Deus”, escreveu o padre João Paulo no Facebook.
Ele envolve a comunidade da grande igreja em sua missão, incentivando-os a convidar pessoas interessadas em levar para casa um novo membro da família. Suas ações compassivas aumentam a conscientização e ajudam a mudar, a partir de Gravatá.
Muitos cães resgatados são negligenciados, afetados pela vida cruel nas ruas e precisam desesperadamente de ajuda e atenção urgentes. O Pai compassivo não apenas deu um lar temporário e afeto a essas pobres criaturas, mas também cuida bem delas, alimenta-as e fornece todo o tratamento médico necessário. Suas recuperações espetaculares aquecem nossos corações e mostram o que o amor e o cuidado podem fazer. Um pequeno ato de bondade que faz uma diferença extrema para os cães esquecidos de Gravatá.

Graças às ações do padre, o número de cães abandonados nas ruas de Gravatá, que tem 228.000 habitantes, diminuiu substancialmente. Dezenas de cães abandonados já encontraram lares amorosos. De fato, depois de conhecer pessoalmente tantos animais fiéis, o padre de bom coração não pôde deixar de adotar alguns.

“Ajudei vários cães com sérios problemas de saúde. Alguns deles eu trouxe para a casa paroquial e depois foram adotados. Três deles ficaram comigo. Hoje eles são meus filhos e dormem na minha cama ”, disse o pai ao Bored Panda.

As ações sinceras do padre não passaram despercebidas depois que uma foto dele realizando missa com um cachorro ao seu lado se tornou viral no Facebook. O gesto desinteressado de solidariedade cristã ecoou nas redes sociais e gerou uma onda de comentários positivos, com milhares de cidadãos exaltando a ação social do padre.